X Pesquisar:
capa-de-ruby-sparks http://img593.imageshack.us/

Ruby Sparks

CRÍTICA
capa-de-ruby-sparks http://img593.imageshack.us/

Nota: 7,3

Mais uma grande surpresa (remetendo ao ‘Dans la maison’), um filme dentro de um género difícil de explorar, a fantasia. Misturando-a com romance seria algo que, logo à partida, tem muito por onde falhar. Este filme está classificado como uma comédia-drama-fantasia (obviamente esqueceram-se da classificação de romance) mas, pegando apenas nos dois primeiros géneros conjugados entre si, causam-me logo ‘medo’ em relação à ‘passagem’, isto é, a parte dramática após a parte ‘cor-de-rosa’ e antes do desfecho. Normalmente, esta passagem é a que mais critico por não ser consistente (não exploram o conteúdo e fazem-na só para seguirem as ‘regras’), acontecendo, por vezes, despropositadamente. Neste filme, fiquei surpreso porque estava desejoso de saber como seria a parte dramática e, quando esta finalmente chegou, achei-a intensa e mesmo muito propositada, revelando/confirmando a personalidade/disfunções/problemas do protagonista. O conceito é muito bom e a história que o desenvolve é suficientemente coesa para não o deixar perder a força. Resumindo, conseguiu ter a certa medida de comédia (momentos muito engraçados, com direito a gargalhadas), drama (intenso e assertivo), romance (como gosto) e fantasia (a chave de sucesso).
Este filme explora a problemática, intemporal, das relações amorosas onde se pensa que se fosse feito à nossa vontade tudo seria muito melhor. O problema prende-se em conseguirmos saber o que queremos, como o queremos e se o queremos sempre assim. Como Homem é algo impossível de conceber por sermos (extremamente) mutáveis pela capacidade de raciocinar.
Realço ainda a banda sonora interessante e o pormenor inicial de como é apresentado o título do filme, no céu. Tal como a pessoa que viu o filme comigo disse, sem a actuação excelente dos actores deste filme, especialmente e principalmente os protagonistas, não seria a mesma coisa.
Quem gosta de cinema que veja.

Ruby Sparks
Ficha Técnica

Deixa um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *