X Pesquisar:
capa-de-la-cage-doree http://img694.imageshack.us/

La Cage Dorée

CRÍTICA
capa-de-la-cage-doree http://img694.imageshack.us/

Nota: 6,2

Uma das críticas que li antes de ir ao cinema ver este filme foi algo do género ‘Cliché, cliché, cliché…’. Concordo. Este filme está recheado de clichés e era mesmo isto que estava à espera num filme que tem como objectivo retratar o estereótipo dos emigrantes portugueses em França. Desde as profissões, à criação de comunidades portuguesas, aos convívios/almoços, à união criada pela necessidade e, ainda, características tão específicas como a coscuvilhice e intriga, mesmo à Tuga; está lá quase tudo. Tem personagens muito fortes como a Rosa (Maria Vieira), o Carlos (Jean-Pierre Martins) e a Solange (Chantal Lauby). Os dois primeiros são os melhores a representar a típica conversa em francês com muitas palavras em português à mistura que proporcionam dos melhores momentos de comédia deste filme. Não pode ficar de fora a personagem Solange que representa o estereotipo da francesa artista que ‘vive na lua’, sempre distraída e com deixas sempre fora do contexto, hilariante.
O sentimento nacionalista faz com que seja difícil digerir certas situações (como confundirem-nos com espanhóis) pois, mesmo tratando-se de uma comédia, sei que existem mesmo muitas pessoas com esta falha gigante de cultura, imperdoável e vergonhoso para essas pessoas.
Tendo em conta os dois protagonistas e, acima disso, dois actores com grande reputação e mérito, Rita Blanco e Joaquim de Almeida, foram, para mim, a grande desilusão deste filme – com dois papéis muito tépidos, excessivamente inertes -, juntamente com a história (esta acaba por surpreender positivamente mas não o suficiente para compensar toda a duração da mesma). Compreendo que queiram passar a imagem de habituação e acomodação dos emigrantes perante o estilo de vida adoptado no país estrangeiro mas, aqui, exageraram.
Como português gostei, por conhecer bem esta realidade, e dou o braço a torcer a muitas críticas, mas até compreendo a extravagância (entenda-se como ‘bimbalhice’ na gíria) dos emigrantes, é apenas a necessidade extrema de assumirem um orgulho público pelo seu Portugal!

La Cage Dorée
Ficha Técnica
Título: La Cage Dorée capa-de-la-cage-doree
Director: Ruben Alves
Elenco: Género: Comédia
País: França
Ano: 2013

Deixa um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *