X Pesquisar:
capa-de-hitchcock http://www.impawards.com/

Hitchcock

CRÍTICA
capa-de-hitchcock http://www.impawards.com/

Nota: 7,0

Confesso, nunca me interessei muito por este realizador, Aapesar de lhe reconhecer todo o valor. Não costumo explorar o cinema para trás de 1980, salvo raras excepções como o ‘Laranja Mecânica’ (só me lembro mesmo deste e é um dos meus filmes favoritos). Fiquei muito curioso em ver este filme para ficar a conhecer um pouco acerca de Hitchcock e também pelo protagonista, o grande Anthony Hopkins.
Começando pela sua actuação, comecei por ficar chocado com a sua fisionomia (ainda não pesquisaei para saber se é muito trabalho de caracterização, se engordou para o papel ou se já estava assim) e dificilmente o reconheci. Com o passar do tempo acabei por me desligar completamente do Anthony Hopkins para só ver o ‘Hitch’. Isto deve-se, além da mudança já referida, ao seu excelente desempenho como actor, descaracterizando-se completamente para entrar na personagem a interpretar.
Chamei protagonista à personagem de Hitchcock mas este filme não nos deixa focar exclusivamente nele, apelando sempre à importância de Alma (a sua esposa) na sua vida pessoal mas, principalmente, o impacto que tem na vida profissional do seu marido. Critiquei este facto, ao longo do filme, por preferir que, desta vez, se focassem apenas no protagonista e não viessem com a abordagem banal (não estou a dizer que são reais ou não), onde ‘há sempre uma mulher por trás de um grande homem’. Esta opinião manteve-se até à frase-chave deste filme (não vou escrever a frase, mesmo achando que não é spoiler, para mim é a melhor frase do filme. É facil de identificar aquando do visionamento do filme), sendo reforçada a ideia nos textos explicativos finais. Resumindo, mudei de ideias. Adoro quando um filme me faz isto.
Tal como no filme Psycho, a famosa cena do chuveiro, na minha opinião, foi a melhor cena deste filme, simplesmente brilhante.
Outro ponto interessante, que desconhecia, é o facto do filme Psycho se basear na história de Ed Gein, um assassino em série, no qual muitos cineastas se basearam para dar o toque chocante/terrorífico às suas obras. Já me tinham falado deste assassino que suscitou o meu interesse e, através deste filme, fiquei a conhecer mais acerca dele.
Posso então dizer que gostei bastante deste filme, vou ver alguns filmes de Hitchcock (pelos menos o Psycho e o The Birds), depois se gostar, quem sabe não explore mais as suas obras.

Hitchcock
Ficha Técnica

Deixa um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *